Wednesday, December 11, 2013

    Meu sono é sempre tumultuado. Sempre. E meus sonhos fantásticos e absurdos. Mas algumas vezes eu gostaria de escolher o que sonho. Ontem, por exemplo, eu fui dormir querendo sonhar com um carnaval onde eu sambava feito passista, vestido de branco, champagne borbulhante gelado na mão direita e uma chuva torrencial de confetes negros, cor de chumbo e prateados desabando sem parar sobre mim. Sozinho no meio de um salão de baile gigantesco. E sonhei com cadeiras e zebras.
Post a Comment