Monday, January 04, 2016

   Lá se foi 2015. Ufa!
   Não que faça alguma diferença, claro, mas é sempre bom cultivar ilusões.
   Em 2016 eu só preciso de trabalho e grana(e sexo sem amor, pelamor!), o resto até que não anda ruim.
   Eu não faço listas ou planejo o ano, seja o que for, nada acontece como se espera, nem adianta rezar.
   A minha vida estaria muito boa se eu tivesse grana suficiente pra viver, o que não acontece, me viro como dá.
   Tentei passar os feriados dentro da bolha, quase consegui. Nessa época os infelizes se multiplicam e brotam dramas como se fossem grama no quintal. E o meu ouvido virou privada. E ninguém quer mais ouvir nada, todo mundo monologando ao mesmo tempo, passando por cima da fala do outro, invadindo espaços, chutando o balde. 
   O que eu preciso mesmo é de silêncio, os passarinhos cantando na varanda, borboletas borboletando sobre as plantas no quintal e minhas gatinhas ronronando pela casa.
   Eu adoro a solidão, me deixem. Eu gosto de companhia, mas gosto mais de estar quieto. As pessoas andam impossíveis e eu não aguento mais mimimi e blábláblá.
   Vir morar no interior foi um milagre. Estou ficando mais calmo, cuido das plantas, da casa, de mim.
    Agora preciso me concentrar no trabalho e na grana. Pra tornar a minha vida viável.
   
Post a Comment