Monday, December 14, 2015

   Aquele dia de verão em que fugi para Bergamo. Não há nada mais lindo do que arrastar a própria solidão pelas ruelas de uma cidade estrangeira desconhecida.
Post a Comment