Monday, November 23, 2015

   Com os tumultos das últimas semanas, os atentados terroristas e crimes ecológicos, o mundo parece andar com os nervos em frangalhos. Se cair um alfinete no metrô de Londres o transporte inteiro pára, se alguém der um grito na noite de Bruxelas a cidade entra em alerta. Viver assim é um inferno. Eu passei algumas vezes por essa experiência e vi populações inteiras paranoicas tentando fingir normalidade.
    O pânico vende, a industria de armas abre o champagne,as empreiteiras mal disfarçam os sorrisos, os governos empurram políticas restritivas e as liberdades individuais começam a desaparecer no ar sem que ninguém se atreva a reclamar.
    Será que ninguém leu a Naomi Klein?
Post a Comment