Saturday, May 03, 2014

  •    O insano aqui, foi dormir ontem pelas cinco da tarde e só acordou hoje pelas seis. E fazer o quê de mim numa hora dessas? Esperar que a Duquesa e Josephinne acordem pro dia começar de verdade.
  •    Dia de sol. Dia lindo. Ainda assim Deus não existe.
  •    Broadway Market superlotado, um horror, nunca mais como nos tempos antigos, antes de ser descoberto pelos hipsters que depois o abandonaram pros retardatários e turistas. Nada será como antes depois da gentrificação do East End.  London tá cada dia mais parecida com uma puta velha exausta.
  •     Beijinhos na bochecha do F. Que ele é um amor e merece. E eu nunca vi as obras da criatura. Mas vai rolar uma exposição numa galeria aqui perto até o fim do ano. Eu vou, se ainda...
  •     O trabalhador pobre e maltrapilho fica exultante ao descobrir um restaurante coreano baratinho em Old Street servindo uma comida vinda dos céus. O pobre não tem um puto mas tem bom gosto, o pobre é sofisticado. É mesmo lamentável que o pobre seja assim tão pobre.
  •    Eu arrumei o meu quarto, aspirador, paninho nos móveis, tirei a poeira dos livros. E também lavei o banheiro.
  •    E morro de medo da Duquesa descobrir que eu vivo com apenas um lençol, uma fronha e uma toalha de banho. Ela, que só se deita em lençóis de algodão egípcio e travesseiros de penas de ganso recolhidas ao cair naturalmente da ave que é pra não provocar carma ruim.
Post a Comment