Saturday, February 15, 2014

   A vida é um grande cansaço. Eu me sinto como folha seca lutando contra ventos furiosos. Continuar esperneando, mesmo com a nítida sensação de que todos os esforços são inúteis? Ou desistir e me deixar levar, voando pelos ares, sem controle, sem rumo, sem razão?
   Nada parece fazer muita diferença, o cansaço é sempre o mesmo. Eu fui criado, treinado e educado para o suicídio. Mas sou rebelde e me arrasto feito lesma exausta. Eu compro tulipas multicoloridas pro meu quarto, vermelhas, amarelas e rôxas, de folhas verdes e suculentas. O frio só piora lá fora, ventos pavorosos fazem barulhos medonhos nas janelas, chove. Aqui dentro eu tomo chá orgânico e como sanduíche de rosbife. Nenhum controle, controle nenhum.
Post a Comment