Wednesday, January 29, 2014

    Eu sonho uma vida alternativa. Mas o mundo é cão.
    Adoro grupos e movimentos como o Freecycle, onde se pode doar coisas, móveis e utensílios pra pessoas que precisam. Acho ótima a idéia de se montar uma casa, por exemplo, apenas com móveis doados e que iriam parar no lixo.
   Também sou um entusiasta dos Freegan e da prática do skipping, essa gente que vive sem comprar alimentos e que se abastece do lixo de lojas e supermercados que diáriamente jogam fora produtos perfeitamente dentro da validade. Esse movimento vinha crescendo, e, claro, os supermercados abriram o olho. Começaram a abrir as embalagens antes de jogar nas caçambas e a despejar desinfetante por cima para impossibilitar o uso. Mesmo assim o movimento cresce.
    Agora,  a polícia prendeu três caras que roubaram tomates, cogumelos, queijos e tortas do lixo da rede Iceland de comidas populares e que iriam parar em algum lixão e apodrecer, e resolveu levar o caso aos tribunais. Como se a justiça não tivesse mais o que fazer.
    Foi um Deus nos acuda. As reações foram estridentes, a Iceland apelou para que não se punisse os "ladrões", já que a opinião é hostil ao desperdício demente que as redes de supermercado promovem jogando fora, diariamente, toneladas de comida perfeitamente fresca, apenas pelo amor ao dinheiro fácil numa insanidade além da imaginação.  A corte de justiça da titia Lilibeth teve que voltar atrás e desistir do caso, alegando não ser do interesse publico. Bem feito.
Post a Comment