Thursday, January 23, 2014

    A Joan Baez está indo cantar no Brasil, pela primeira vez, depois das tentativas frustradas pela ditadura décadas atrás. E a experiência foi traumática pra ela em 1981, quando o governo do refinadíssimo João Figueiredo proibiu seus shows na última hora.
    Eu era uma criança de 18 aninhos e me despenquei de Niterói pra praia do Flamengo onde ela supostamente ia cantar, sem contar pra família, e me deparei com uma multidão de gente e soldados e tanques esperando que ela entrasse no palco para prendê-la já que ela não tinha visto de trabalho. No fim, ela não cantou, foi substituida por uma furiosa Ângela Ro Ro, pra desgosto do militares. E, já que não podia cantar, Baez subiu ao palco com seu violão e fez discursos inflamadíssimos contra a ditadura. Eu voltei pra casa apaixonado por Baez, pelos adolescentes rebeldes da época, pela ângela e por todas as pessoas que davam suas caras ao punho troglodita dos macacos de verde oliva.
     Que ela cante pra caralho dessa vez.
Post a Comment