Friday, December 06, 2013

   Faz frio e venta muito por aqui. Eu acordei pra descobrir que não havia comida nessa casa, nada, absolutamente nada. Desastre. Eu joguei um casaco nas costas e fui enfrentar o vendaval. É difícil andar contra o vento, o cachecol voa, o casaco pesa, o frio dói. Mas eu me lembro do inferno que deve estar torrando as calçadas do Rio e não reclamo.
   No supermercado da Bethnal Green Road toca a Ave Maria, pra irritação das muitas velhas muçulmanas  cobertas de negro que fazem as compras apressadas antes de ir pra mesquita da Hackney Road. Devem fazer de propósito. E funciona.
    Eu volto com minhas sacolas, batatas, pasta, bananas, maçãs. E as flores que me alegram todas as sextas-feiras. O caminho de volta é complicado, sacolas, flores, cachecol, ventos uivantes. E o malabarismo torturante de tentar acender um cigarro em condições adversas.
   Agora fico aqui, cheio de preguiça pra cozinhar e matar a fome, esperando o pedreiro polonês gatérrimo que vem consertar o banheiro da Duquesa. E ele é pior que qualquer vendaval.
Post a Comment