Saturday, May 18, 2013

   Sábado, noite. Na vitrola, o dia inteiro, rolou um festival Caetano. O tempo continua assim aquela coisa metade. Na sala a duquesa tensa tenta controlar o dedo nervoso no controle da TV, entre o Eurovision e um documentário sobre o Scott Fitzgerald e eu vez por outra dou uma olhada, alta cultura versus o camp mais exagerado, esquizofrenia. O dia foi perdido entre sonecas e traduções. No mercado eu comprei o Bicycle Diaries, do David Byrne, sabe-se lá quando vou ler. O humor também anda estranho, ciclotímico, uma hora cheio de planos, outra o maior desespero. A viagem quase toda resolvida e a mesma ansiedade de sempre, o Brasil me deixa tenso até chegar e relaxar, aqueles cinco minutos me sentindo estrangeiro no meu próprio país. E é melhor me acostumar logo porque logo vai ser definitivo. E como se não bastasse eu pareço ter entrado de novo no cio. Não haverá verão. O telefone vai ficar desligado mas eu também te amo, viu?
Post a Comment