Wednesday, April 10, 2013

   Parece que a primavera vai mesmo chegar dessa vez. Finalmente. As autoridades nos prometem temperaturas lá pelos 20 graus na semana que vem. Bem em tempo pro funeral da megera. Enquanto isso a gente espera nesse clima meia boca que anda rolando por aqui.
 
          *     *     *
 
   Hoje no trabalho, a colega incompetente, preguiçosa e um pouco grossa, resolveu dar um demí pití comigo. Claro que a confusão toda foi por causa de um pequeno desastre que ela mesma causou. Pena que a nossa poderosa chefona, sem que nós soubéssemos, estava bem ali atrás da gente ouvindo a mocinha se comportando mal. Ficou péssima no filme.
 
          *     *     *
 
   Os meus sonhos continuam surrealistas, absurdos e estapafúrdios.
 
          *     *     *
 
   Terminei de ler o The Hare With Amber Eyes, do Edmund de Waal, o livro mais lindo do mundo, poético, delicado, profundo, sério. Além de ser uma edição especial ilustrada. O livro é todo lindo: A capa, as ilustrações, o papel. Não foi sem razão que ganhou o COSTA Biografy Award 2010. Trata-se de uma biografia de objetos e suas mudanças pelo mundo com uma família. São netsukes japoneses, uma espécie de bibelôs(na falta de uma definição melhor) que acompanham a história movimentada de uma família de multimilionários judeus. Desde odessa até Londres, passando por Viena, Paris, Nova Iorque e Tóquio.
   Também lí ontem, em três horas, o Wishful Drinking, da Louca da Carrie Fisher, que parece vai voltar a ser princesa Leia. Divertido, inteligente e afiado.
   E agora estou no meio do Will You Please Be Quiet, Please? do Raymond Carver, de quem eu ainda não havia lido nada. Tô amando.
   Bom demais ler livros bons.
  
 
Post a Comment