Sunday, April 29, 2012

   Eu andei vivendo os piores dias dos últimos 15 anos. E olhem que os últimos 15 anos nem foram os mais fáceis da minha vida. Eu fiquei triste, eu chorei, eu andei tendo ataques de pânico, tomando remédio pra ansiedade, remédios pra dormir, voltei a fumar depois de sete longos anos...   
   É que, como sempre, eu andei empurrando a minha vida com a barriga até o limite, até a beira do abismo. E agora fiquei sem saber o que fazer. E me sentindo extremamente só e vulnerável. Mas decidi ter calma, mesmo quando não existir calma em mim, e ser extremamente paciente e determinado. E começar a botar a minha vida na direção correta, mesmo que vá ser dificil, mesmo que pareça já muito tarde ou impossivel. Um passo atrás do outro. Mesmo debaixo das piores tempestades.
   Mas mesmo situações horrorosas como essa sempre servem pra algo positivo e eu acabei por redescobrir que posso contar com meus poucos amigos. Obrigado pelo ombro e pelo carinho, gente, mesmo.
Post a Comment