Monday, March 26, 2012

   Palpitações, taquicardia, hipertensão. Doctor Taylor joga a culpa no café e me manda relaxar, eterna desinformada. Além de sugerir yoga, meditação, macumbas variadas. Eu só me contento com pílulas e eletrocardiogramas. As pílulas foram prontamente receitadas e o tal exame tá marcado pra sexta. Meu coração faz chicaboom. E eu admiro as maravilhas da alopatia mais ortodoxa.

          *     *     *

   Dia lindo de sol e eu trancado no trabalho, assim peixe em aquário, ave de gaiola, cão acorrentado. No meio da tarde não me contive, liguei pra Mrs.B(aquela insana da minha chefe) e mandei um papo cretino de nada por fazer, horas extras acumuladas, me deixe ir, vou sufocar, faz sol, os parques devem estar todos lindos deliciosos, beijos e adeus. Ela se atordoou com a minha metafisica e quando percebeu eu já estava me mandando. E andando. A causa é justa. Oremos para que não seja justa causa.

          *     *     *

   E descobri que vinho me dá alergia.  Me causa uma dor de cabeça dos infernos. Ironicamente, é a única bebida de que realmente gosto. Mas não tem nada não, doravante minha vida vai virar bolero, só bebo whisky com guaraná, Cuba Libre e lágrimas muito azedas.

         *     *     *

   Tô relendo o Camus, minha gente, The Outsider.

         *     *     *

   Ando tendo sonhos estranhos perturbadores. E recebendo umas ligações lá de Macondo, aquele fim do mundo.
Post a Comment