Sunday, January 01, 2012

   Ah o fim dos horrores festivos de fim de ano. E ter sobrevivido. Não que tenha sido fácil, mas eu fui meditar com frequência e me mandei pra academia me exaurir todo dia. Pra manter a calma e não me irritar. Agora é fingir que nada aconteceu. 2012 vai ser melhor, claro. Mas eu preciso de calma, de colocar a cabeça em ordem e de muita, mas muita disciplina, mesmo.
   No mais é tudo do mesmo. Fui andar e caiu um toró, café no Le Pain Quotidien do South Bank e mais chuva das fortes. Correr de volta pra casa molhado e frio não é muito divertido. Agora é ficar aqui quietinho, toasted panettone com Nutella, chá e Border Control na TV. Esperando pelo fim do mundo.

          *     *     *

   Meu passaporte venceu faz milênios e eu não fiz nada a respeito.


         *     *     *

   Largar tudo e ir morar numa comunidade pacificada, café da manhã e jantar todo dia na laje, sol na pele, brisa fresca e gente legal. Mas os preços devem andar estratosféricos. É o fim do romance.

Post a Comment