Thursday, December 29, 2011

  
   Eu ando tendo tempo demais por esses dias. Sem trabalhar desde o dia 22 até o dia 03. Todo o tempo do mundo. Pra fazer muito pouco. Eu me arrasto pela casa numa preguiça enorme, um deixa pra lá amanhã eu vejo, um daqui à pouco eu resolvo. E claro que não faço porra. Tenho tido que usar de violência psicológica pra me convencer ir pra academia(e anda funcionando, ao menos isso). E fui meditar duas vezes essa semana. Nem tudo está perdido. E amanhã tem mais.
   As opções pro ano-novo são: Ficar em casa ouvindo música cuidando das minhas dores ou ir pro Centro Budista pruma maratona de meditação. Ó céus o que será de mim? Não quero decidir, whatever will be blá blá blá...
   E fui pro West-End prumas cervejas com A Espanhola, apesar das dores e dos remédios que andam me deixando assim jogado no mundo da lua. Papo bom. Amigos são sempre bons. O C, que havia escolhido o dia, não apareceu, esqueceu o próprio aniversário. Com algumas pessoas nem adianta. Beijos fui. Parabéns.
   Umas certas vontades pra 2012, mas sem listas, que apenas me causam ansiedade e frustrações das mais variadas.
  
Post a Comment