Wednesday, November 09, 2011

Duas horas de sono noite passada. Tem dias em que a vida sabe como ser madrasta. E eu ando uma criatura extremamente infeliz. Meu budismo foi pra casa do caralho. Nunca mais meditei. Falta grana, falta paciência, falta cuidado, falta carinho. Os dias andam frios, as noites chegam muito cedo, eu tomo suplementos de vitamina D. Preciso de alegria na vida, qualquer bobagem. E me concentrar. Hoje e amanhã serão dias de cão, de um trampo pro outro ralação cruel. Meu casaco favorito no Dry cleaner, saco! Eu ando assim no limite das minhas capacidades de sobrevivência, se a pôrra da tal crise econômico/financeira que assola esse continente piorar eu não sei o que vai ser. E esse governo conservador não é apenas cruel, é também muito incompetente. Além de tudo isso, eu não aguento mais morar naquele flat ridículo minúsculo barulhento. E anda rolando uma vontade enorme e quase incontrolável de deixar o facebook de vez. E de fechar esse Kabaret, apagar, não deixar rastro. Alguém, por favor, me ache uma idéia excitante pra justificar a minha vida.
Post a Comment