Wednesday, October 19, 2011

Eu não medito faz século. E tudo destrambelhou. Eu por aí fazendo tudo errado, fazendo tudo o que não devia. Sofrendo de uma longa coceira existencial, uns desejos, uns tesões, umas coisas inesperadas. Eu ando fazendo tudo errado na esperança de que de algum modo inimaginável no fim tudo dê certo. Nem otimismo, mais parecido com delírio. E eu sou capaz dos delírios mais extravagantes. Outro dia sonhei com a Carmen Miranda toda vestida de preto, bananas e balangandãs, descobrindo o Brasil do alto de uma enorme caravela negra. Go figure. E me lembrei do K, que flertava comigo sem parar desesperadamente, enquanto eu todo faceiro me fazia de morto de uma morte muito lenta e dolorida. I am going mad, baby.
Post a Comment