Sunday, September 18, 2011

Ontem, depois de muito muito tempo, eu finalmente ralaxei. E desde então ainda ando me sentindo perdido e só em terra estrangeira. Turista acidental, alienígena, um índio. Sim, eu ando me fazendo de simples, apenas pra facilitar a vida dos outros. Praticamente uma Madre Teresa. E também ontem, na beira do rio e longe do mar, naquele pub que é o mais antigo da cidade, alguns copos além dos limites e barreiras e eu comecei a gostar de gente. Assim súbitamente. Eu devia beber mais e com mais frequência. Havia esquecido de como as pessoas podem ser extremamente fáceis, como aquele francês Je t'aime mon amour, no pub mais antigo da cidade na beira do rio. Ontem.


             *   *   *


Um rio é sempre cheio de segredos e mistérios.
Post a Comment