Monday, September 12, 2011

Bom é ser estrela de cinema e poder sair por aí  cuspindo platitudes profundíssimas como "atuar é desaparecer" ou coisa que o valha. Mas aqui embaixo a vida anda mesmo numa correria cretina e desesperada pra conseguir pagar aquelas chatices como aluguel e contas variadas nessa cidade muito cara em que eu vim me meter. Mas dizem que Rio e São Paulo andam ainda mais pela hora da morte, entao nem vou reclamar muito. Porque apesar de tudo, rolam umas extravagâncias extremamente irresponsáveis, como o brunch ontem na Bistroteque, com direito a champagne e panna cotta de sobremesa. Porque era aniversario de um amigo e eu não podia me recusar. Delícia.
Post a Comment