Tuesday, August 23, 2011

Vejam vocês que nem tudo está irremediávelmente perdido nessa minha vida. Eu andei tendo que fazer escolhas impossíveis e quase morri de ódio e de dor. Mas tomar decisões é sempre dificil, porque uma decisão imediatamente exclui todas as outras opções. E eu tenho tendência de sofrer. Enfim, vou ter que me virar em mil pra sobreviver, mas tudo se arranja, espero. E ando fazendo planos na vida, coisas pra fazer, vontades pra serem satisfeitas. Sexta-feira tem o novo Almodovar que eu não sou de ferro e o cinema sempre me salva a vida, de verdade. Você ama o quê? Eu amo os filmes. E detesto atores. Odeio.  Não, odiar é exagero, apenas não gosto de criaturas assim tão "self centred", olha eu tirando onda superior, o cretino. E não tenho dinheiro nem pruma banana ali na esquina. Tenho médico de novo na quinta e um fim de semana longo enorme com feriado na segunda. Então vou terminar todos os Herzog/Kinski, Ler e meditar. Me preparar pra atravessar os meus porões. Tudo vai dar certo. Mesmo com a dor de ter visto aquela foto muito triste e horrorosa no jornal. Amor. Pra todos nós.
Post a Comment