Wednesday, August 31, 2011

Tudo ainda caótico tumultuado. Ou sou eu. Mil coisas me cercando e eu sou o samba de uma nota só, aquela mesma nota, a  de sempre. A minha dor e coisa & tal. Mas vamos meditando e perdendo os medos, aprendendo que eu aguento o tranco, aprendendo compaixão por mim mesmo. Enquanto isso, no mundo exterior das realidades relativas, o couro come, tumulto só. Porque tem tanta porcaria acontecendo que eu nem sei como etc...  Nem vou ficar me repetindo, é mais do mesmo.  Rola uma certa não dieta, um experimento, tentando acalmar as entranhas, comidinha sem sal, chá de camomila, de erva-doce e um pouco menos de tudo aquilo do que gosto. Fui pra academia outro dia, mas não anda rolando o clima, ando muito tumultuado, enquanto não tiver me mudado e me acalmado no flat novo fica complicado achar tempo ou vontade. Ter meditado hoje foi quase um pequeno milagre de força de vontade. Amanhã tem mais entre um trampo e outro. E cortar o cabelo que por favor já está até ridículo minha gente. Dermatite, coceiras mil. Eu ando morrendo de medo. Porque me sinto como se estivesse mesmo me aproximando da porta. Mas também fico extremamente curioso e excitado. De não saber. De nada.
Post a Comment