Monday, January 03, 2011

Hoje eu acordei morto, defunto, cadáver. Os dias livres desde antes do Natal teriam sido pra descansar, meditar, ler. Claro que não rolou exatamente assim e eu andei metendo o pé na jaca envenenada e podre e agora cá estou:  A tal da síndrome voltou, eu tenho as dores mais horrendas imagináveis e a vida virou um nunca acabar de bolsas de água quente, antiespasmódicos, analgésicos e nem pensar em comer nada que não seja mingau de aveia. É que eu andei comendo muito lixo, dormindo pouco e bebendo todas. Agora fico aqui doente, verdadeira dama das camélias.
Post a Comment