Tuesday, December 21, 2010

Todo fim de ano a mesma bosta. Eu vou correndo daqui pra lá, de lá pra cá e acabo rodando sem sair muito do lugar, um trampo atrás do outro sem parar e nada de botar as finanças em dia. Um saco. Então eu fico exausto torcendo pra chegar logo a quinta-feira pra eu poder me dedicar com extremo afinco ao nada absoluto, total vadiagem. Nada, nada, nada. Eu não sei, eu não vi, eu nem quero saber. Ouvir música, ler, ver um filminhos, uns vinhos pra afogar as tristezas e nada muito mais. Até chegar o dia do 4 de Janeiro e tudo voltar ao ritmo saltitante da realidade. Assim. 3 presentes por comprar, supermercado, talvez uma shopping estravagância, talvez não... Mudando de música, eu estou mudando de andamento, de ritmo, de cor.
Post a Comment