Sunday, October 10, 2010

Eu sou uma Carmen Miranda de luto, abacaxis e abóboras. Gosto das pessoas interessantes, com histórias e dramas,  detesto o meio, a metade, o pedaço, a fatia. E acredito em absurdos, loucuras, miragens.  A pior parte de se sofrer abuso é ainda se sentir culpado, querer justificar, se forçar merecer. A liberdade é enfrentar medos, matar o pau, mostrar a cobra. Nada justifica abuso. E ninguém merece. Cada um vive como pode, alguns passam a vida à seco, outros fabricam paraísos artificiais. O meu mundo é muito dolorido. E delicado demais. Antidepressivos, ansiolíticos, delírios, visões. Algumas vezes se precisa de bengalas na vida, cada um sabe lá das suas tormentas.
Post a Comment