Friday, October 22, 2010

Chegou a escuridão, chegou o frio, e com eles todo um novo olhar, que é capaz de ver todos os pequenos cantos, todas as pequenas rachaduras, toda mínima angústia e toda tristeza espalhados por aqui. Serão dias de velas e incensos, de cheiros de frutas estranhas, dias de mais recolhimento, dias de coisas mais profundas e sérias. Em mim começam a crescer de novo os animais de inverno, que moram em mim  nos tempos escuros e migram pra outras trevas no início da primavera. Serão meses longos de convívio desconfortável e de rancores velhos e muitas mágoas embrulhadas em papel de seda negro, com laços negros de veludo. Serão meses de medo e tentativas, tudo muito nublado, esfumaçado e frio. E se tudo isso me for insuportável, serão meses de Amitriptyline, Atenolol, Paracetamol, Buscopan, Terbinafine e todas as químicas necessárias pra se sobreviver a travessia do purgatório.
Post a Comment