Monday, September 06, 2010

Os olhos ardendo, um sono sem tamanho, um cansaço. Dormi quase nada noite passada. Eu não sofro de insônia, apenas acontece que eu não consigo dormir muitas noites. Todas as ansiedades. Contas,  afeto,  trabalho. Difícil dormir muitas noites. E já estava ralando pelas 7 da matina, um desatino total, um surrealismo, uma falta de propósito, senso, motivos. Correndo o dia todo, isso & aquilo, ratos, ratos, ratos, os ratos tomaram a cidade de assalto. Um perfume barato me fez voltar aos meus 18 anos, a infelicidade quando jovem. O metrô parou, greve total, a cidade vai virar o caos de sempre. Eu sempre apóio grevistas, mas nesse caso específico fica difícil. Uma falta de razão. E um desconforto gigantesco.
Post a Comment