Tuesday, June 22, 2010

Tô exausto. Chegando em casa destruído por um dia de trabalho assim meio bobo. Nada demais, apenas muito aborrecido e enfadonho. Acontece. Com uma certa frequência. O meu humor continua um sobe e desce, um descontrole, mas tudo causado por coisas práticas e reais, o que não deixa de ser um conforto. Antes assim do que ter que lidar com os lixos emocionais de sempre. Um trauma. Eu fecho bem os olhos e tento ignorar... E o calorão que anda fazendo por aqui não é mole, 26 graus e a cidade toda ardendo, um calor da porra, e eu suando em bicas. Tô gostando não. Quero meu inverno de volta. Isso aqui está um abafo, um Saara, uma Rua da Alfândega. Credo! A população se abana descontrolada. A água mineral desaparece das prateleiras. É o apocalypso.
Post a Comment