Monday, June 21, 2010

Coisas inesperadas. Se eu não tenho um trampo, trampos não aparecem. Quando, por outro lado, eu estou cheio de trampos, o telefone não pára de tocar, todo mundo me quer. E eu sou a confusão personificada, aceito trabalhos e esqueço, topo duas coisas ao mesmo tempo, uma coisa, uma coisa... Então fico aqui rouco de falar ao telefone, tentando organizar o dia de amanhã.
Post a Comment