Saturday, May 29, 2010

Dia estranho. Acordei quase 3 da tarde, supermercado, essas coisas, flores pro Buddha, pão, sabonete. Um sono que nunca se acaba, me arrastando pela casa. Essa moleza e esse torpor são herança das últimas 4 semanas naquele trampo infernal que me sugou todas as energias possíveis. As flores do meu Buddha são lindas, parecem selvagens, desconhecidas, perigosas. Eu ia alí. Não fui. Fiz uma comidinha mais ou menos, stir fry de peru, arroz e brocóli. Eu queria muito ir ver meu amigo C e seu povo, mas resolvi ter uma soneca de meia hora e acordei faz pouco. Próxima vez lindo, próxima vez. Tem gente que me entende nesse mundo. As velas foram acesas, o incenso queima, tem o bip de uma mensagem no celular, próxima vez. E tem Mick Jagger na TV, a desimportância do Rock and Roll. Vou levar uns dias pra me recuperar daquele inferno. Sem saber muito que rumo. Vontade de reler o Puig.
Post a Comment