Sunday, May 23, 2010

Das coisas boas, do sol, da grama na pele, do cheiro de  chão. Desde ontem um alívio súbito, como se as patas de chumbo de um animal feroz tivesse se levantado dos meus ombros e me deixado sorrir. Desde então eu faço a fotossíntese e viro alface, agrião, espinafre. Pimm's no Victoria park ontem, picnic total, fish & chips, adolescentes fumando baseados, esquilos. Assim na minha cabeça uma voz não parava de cantar Paula & Bebeto, Vapor barato. Camisetas pela rua, gente nos telhados, sol mesmo sem sal. Cheiro verde maresia. Deixar todos os voodoos, todos os voodoos, todos os voodoos. Hoje Soho Square, música, Amparo Sanchez, as novas bossas do Milton & Jobim Trio. Brick Lane, Curry no Maida, capuccinos no The Bridge Coffee House, vodka, eu tenho bolhas nas mãos. Quero não pensar, esquecer dos dramas, das lágrimas, do sangue derramado. O verão mora ali do lado.
Post a Comment