Wednesday, February 13, 2013

  * A exaustão saúda o povo e pede passagem. Eu ando trabalhando feito um cavalo, daqueles que ainda levam chicotadas pra se apressar. E a insana me atormenta com favores mil antes de ambarcar pra tal missão comercial em terras tupiniquins.


  * Aqui não tem carnaval nem samba minha gente, é um tal de acordar seis da madrugada e correr pro trabalho sob temperaturas glaciais sonhando com blocos e baticuns, que vou lhes contar...


  * Eu fui ali tomar um café e o papa se aposentou. What next? Só falta agora o Donald Trump cair de amores pelos democratas. E não me venham com o velho e batido Nostradamus que a paciência pra bobagens é muito pouca.

  * Tem gente que acredita em astrologia e acha absurdo os evangélicos. É tudo a mesma coisa galera. Deixem de besteiras.

  * Eu tinha coisas interessantes pra dizer, mas a falta de tempo não permitiu e tudo ficou datado. Deixem pra lá.

  * Agora que passou o tumulto vou dizer: Achei nada de mais na tal entrevista, supostamente bombástica, do tal pastor. Típica jogada de marketing. Ou alguém realmente esperava outra coisa daquele senhor?
   Ganhou a Marília Gabriela, que posou de ultrajada pra galera dita esclarecida, ganhou o pastor, que ampliou sua ressonância entre os já convertidos, ganhou o programa, que atingiu uma audiência que normalmente não o assistiria. E perdemos todos, já que  Marília não parece ter feito o dever de casa. Caras de deboche e impaciência não são jornalismo. Pronto falei. Nenhuma informação nova ou relevante, nenhuma luz sobre as reais intenções por trás do discurso. Nada, nada, nada.

  * A vida anda dura minha gente.
Post a Comment