Saturday, September 15, 2012

   Coisinha mais chata é gente que usa aquela expressão "sair da zona de conforto". Autoajuda corporativa tem limites, meu povo. O último que me mandou essa acabou extremamente desconfortável. Sair da zona de conforto? Mesmo? Jura?  48 anos de desconforto vivendo na minha pele, na minha família, com meus amigos e me mandam uma dessas? Eu quero mais é achar o tal conforto, esse mito filho da puta. Meia hora de alívio já ajudava.  Porque essa tal zona de conforto não existe, ou melhor, chama-se morte. E mesmo assim , ninguém nos garante(e fazendo um esforço imaginativo inútil) que do outro lado, não esteja faceiro a nos esperar o tal do Demo, com seus chifres, seu rabo, seu hálito de enxôfre, pra nos deixar todos bem confortáveis.
Post a Comment