Sunday, June 05, 2011

Domingo culpado. Culpado por não ter feito as coisas que devia e ter desperdiçado o fim de semana em nada coisa nenhuma. E agora tem  essa trip culpada  pra me atormentar o fim do dia. Então fui meditar. E meditar também pode ser duro, cruel. Claridade, tudo muito nítido, claro, desconfortável. Toda frustração vem do desejo e eu desejo demais. Tensão nervosa no meu ar. E planejar o dia de amanhã pra não se perder em devaneios inúteis como hoje. Saco. Ligar pra A no Brasil, separar as roupas pra doar pro 2nd hand shop da Buddhist Village amanhã, fazer a tal lista que prometi pra F, procurar o curso no Buddhist Centre. Entre outras muitas prioridades. E vou me livrar da minha TV, deixar lá fora na calçada com um bilhetinho me adotem eu funciono muito bem. E vou inventar outro blog. Podar a roseira. Jogar fora objetos inúteis.
Post a Comment