Sunday, June 12, 2011

Aquelas coisinhas miúdas, pequenininhas, chatas, todas por ainda fazer, burocracias, contas, favores. Coisas que eu vou adiando e adiando e não consigo mais dormir, não consigo mais adiar. Então, mesmo que no momento menos adequado, tenho que parar tudo e resolver essas chamadas pinimbas do caralho. Tudo assim. Tá tudo bem no final das contas. Nada não, apenas uma irritação dos infernos. De saber que eu me viro pra fazer qualquer coisa pelos outros e nunca tenho a mesma atitude para com as minhas coisas, que deviam, claro, ser as mais importantes do mundo.
Post a Comment