Tuesday, May 17, 2011

Sim. Porque hoje eu fiquei tenso. E depois eu fiquei triste. Nessa tristeza tensa eu andei o dia. Frases soltas, lembranças antigas, de todas as coisas ruins que já me disseram na vida, pedaços, memórias, tristezas, tensões. Eu não quero me fazer de vítima, mas também não quero ser injusto, eu tive a minha quota de desamor, negatividade, de ser empurrado sempre pra baixo, pros fundos, pros lados. Eu ando vendo as coisas mais claramente nos últimos anos, e dói, mas eu preciso ver as coisas como elas são e parar de tentar justificar os horrores que me fizeram. Eu me sinto limpo na vida, não que eu seja perfeito, nunca sequer tentei, mas eu posso olhar pra trás e reconhecer quantas vezes eu fui vítima inocente. E posso olhar nos olhos de quem quase me matou. O que não é pouco. Eu sou triste, triste, triste. E quem puder que durma inocentemente.
Post a Comment