Friday, February 11, 2011

Eu observo as pessoas nos trens do metrô. E tento descobrir, ou melhor, imaginar, pequenos detalhes de suas vidas, a profissão, por exemplo, o gosto musical, literário, que tipo de filme assistem, estado civil, preferência sexual, animais de estimação. Todos os mistérios intrigantes que habitam os outros. Até que a chegada do trem na estação súbitamente sinaliza o fim apressado dessas viagens.
Post a Comment