Saturday, August 14, 2010

Blade Runner. O quinto elemento. Tumulto, tumulto, tumulto. Sonhando com um mundo futurista, Jean Paul Gaultier, Vangelis, um mundo estranhamente colorido e perigoso, clones e replicantes. Sábado em casa é assim, delirante. Sem. Fazer. Sentido. Nenhum. Na década de 80 eu devia ser uma criatura muito muito esquisita aos olhos dos outros. Eu ouvi coisas, muitas vozes, Jean Genet, Artaud, Rimbaud, Luz Del Fuego. Vou assistir agora ao Beijo da Mulher Aranha, saudades do Molina. E o Manuel foi pro céu. O Raul Também.
Ps. E a Sônia Braga diz assim: "...this music is magical, i feel like i'm floating on air." 
Post a Comment