Wednesday, August 04, 2010

Barulhos. De todos os tipos. Britadeiras, o caminhão do lixo, aviões. Apenas uma manhã comum como todo dia. Nada de novo no front. Marc Almond manda umas canções russas na vitrola que eu mal consigo ouvir. Os sonhos da noite passada foram vários e como sempre estranhos: Mr.F, ator famoso, baixou na minha cozinha na minha ausência e me fritou quitutes, que deixou na mesa com um bilhetinho carinhoso. Sabe-se lá. Em outro sonho eu estava perdido num Rio de Janeiro muito parecido com Beirute em tempos de guerra, vivendo num buraco estranho com uma família adorável cuidando de mim, perigoso sair na rua e coisa&tal. E quem precisa de Freud?
Post a Comment