Monday, July 26, 2010

Eu queria também ser apenas uma voz narrando coisas: ...ela pegou a menina pela mão, e apressada atravessou a rua, olhos fixos no sinal verde do outro lado, determinada, firme, apressada, como se o ritmo dos seus passos fossem determinar o ritmo dos passos da menina, que totalmente alheia, sorria para o cachorro na calçada.
Post a Comment