Saturday, May 01, 2010

Eu acordei com um gosto amargo de veneno na boca. E ia ficar aqui fazendo uma longa lista dos meus males e minhas dores e meus desesperos, mas mudei de idéia. Os dias andam horrendos, e ficar repetindo os meus lamentos ia apenas fazer a ferida mais dolorida. E ouví a Elis muitas muitas vezes, ela assim de saia vermelha e top roxo, bonita em Montreux. Chove lá fora torrencialmente. A eleição por aqui virou um circo na TV, um inferno, eu temo os conservadores mais do que temo o capeta, satanás, Lúcifer. Alguma coisa boa precisa me acontecer. Mesmo. Eu ando me arrastando, vivendo um dia atrás do outro em sucessão vertiginosa. E  nada nada nada.
Post a Comment