Friday, April 09, 2010

Não adianta mesmo, ninguém está completamente certo nesse mundo, que parece mesmo estar se acabando num frisson de apocalípse. E se a gente deixasse de mentir? Eu, honestamente me borro de medo de dizer verdades, já que as minhas não são mesmo muito agradáveis e isso tudo também é uma questão pessoal, ou de ponto de vista. O fundamental é que eu tenho mesmo uma incapacidade de lidar com a vida sob o ponto de vista do outro. Eu me mandei pro meu mundo particular, que apesar de todos os defeitos ainda é melhor do que aquele que tentaram me fazer engolir. Eu não tive muita escolha, era mesmo uma questão de sobrevivência. Mas uma vez que se percebe que se é capaz de radicalizar, fica muito impossível voltar pro bla bla bla. Eu tenho também uma vaga idéia de onde isso tudo irá me levar. E muitos medos. Mas alguém me ensinou lá nos anos 90, que quando se faz um movimento o mundo à sua volta acompanha, se adapta, se acomoda, se vira, e que uma vez que o movimento se põe em movimento as coisas nunca mais serão as mesmas. Um gigantesco alívio. Eu sou aquilo que eu sou. Absolutamente imperfeito e muitas vezes dificil. Mas eu não preciso mais de esmolas emocionais. Thanks. E eu estou disposto mesmo à tudo, quero virar destemido. Boa noite John boy...
Post a Comment