Monday, April 26, 2010

Alguns dias são estranhos, parece rolar um certo tumulto no ar, uma certa vibração, um certo não sei o quê... Eu queria meditar pela manhã, a britadeira da obra aqui ao lado não deixou. Passei o dia todo esperando por um certo silêncio, que não vinha. Quando veio o silêncio, foi só eu me sentar pra meditar pra Josephinne chegar em casa e começar a passar o aspirador... Assim vou eu, tentando, apesar de todos os obstáculos. E meditei assim mesmo, sem deixar o caos atrapalhar muito. Não foi a melhor meditação da minha vida, mas foi a possível, o que é sempre melhor que nada.
Post a Comment