Thursday, January 28, 2010

Eu cometi um erro: Fui dormir hoje pela tarde. Agora fico por aqui com um gosto amargo na boca,  ainda meio tonto e com um humor péssimo. Cuspindo marimbondos. Amitriptyline e Atenolol. Ontem no trabalho madame C transtornando a vida da cidade, um aparato daqueles de filme, uma coisa impressionante. Ela sempre simpática, mas com ares de exaustão, deve ser o poder causando danos. Eu não ia conseguir dormir nunca mais na pele dela. Pessoas e mais pessoas, eu vejo muitas pessoas. Agora eu ando não meditando, mas amanhã volto aos eixos.
Acordar tarde amanhã, a felicidade. Eu parei de ler o Stephen Fry pela metade, outra hora termino, quando estiver mais paciente, calmo, com tempo pro tédio, agora eu passei a re- ler o The Collected Dorothy Parker que fazia um tempão. E como se precisasse ainda comprei o Confessions of an English Opium Eater, do Thomas de Quincey que já está furando a fila. E tem também o novo álbum da Charlotte Gainsbourg , o tal do IRM e o Luminessence, music for string orchestra and saxophone composed by Keith Jarret with saxophone improvisations by Jan Garbarek. Agora só me falta ir ao cinema.
Post a Comment