Wednesday, January 20, 2010

Bem que eu queria ter coisas pra dizer, mas anda tudo meio chato, parado, inerte. Nada acontece na minha vida, uma bobagem depois de outra. Tô  me sentindo assim meio suspenso, um balão flutuante amarrado ao chão com cordas de aço, querendo muito voar, desaparecer, ver outras coisas, pessoas, lugares. Me arriscar devia ser fácil, já que não tenho mesmo nada pra perder, mas ainda estou aprendendo a controlar o pânico, a respirar com calma e apostar na sorte, apostar na vida, apostar no destino, na sabedoria do universo, na beleza profunda do caos e nos tumultos de mim. Tudo muito chato, parado, inerte. Como a calma antes da tempestade. Ou como aquele tédio imediatamente antes das melhores festas.
Post a Comment